18 de out de 2009

Realidade

Quando eu o vi . Estava no meu habitual caminho para casa quando me dei por conta dele ali no chão, sentado em alguns papelões, pedindo apenas que olhassem para ele. Na rua, ele perdeu a voz, perdeu a identidade, não entende mais seu lugar no mundo, mas aceita como única alternativa.
Quem passa não percebe, fingi que não vê. Como se não tivesse culpa de nada, tentam não sentir pena, não podem ajuda-lo. É parte do sistema, que bota alguns em lugares privilegiados para inspirar e emocionar, e outros na rua, para serem talvez notados em sua quase existência.
Ainda deve estar lá, em alguma rua qualquer, para quem quiser ajudar ou apenas ver.

4 comentários:

Anônimo disse...

Oi. Adorei o texto desabafo. Tens em mim um apoiador.

railer disse...

tem gente que fecha os olhos pra isso.

Caco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

parabens tem muita gente que ignora isso simplismente como se nao fosse nada!!!! by:jeh

Postar um comentário

O Sou o dono de minhas ideias, dos meus pensamentos e sou dono deste blog, este blog conta a minha historias do meu ponto de vista, falando sobre o qual é a opinião fazendo pensar no que acontece na vida de um adolescente urbano. Se você não esta de acordo com o que meu blog fala aperte alt+F4 e seja feliz.

Na minha opinião é Imoral falar de situações e não citar pessoas, e a minha opinião é expressa do meu ponto de vista. essa é minha forma de escrever e ninguem tem direito de mudar isso.

Se você passasse por essa situação como VOCÊ agiria?
Não quero criticas quero conselhos :D